"Há um momento em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos antigos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia - e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (PESSOA, Fernando)

"Procuro despir-me do que aprendi. Procuro esquecer do modo de lembrar que me ensinaram. E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos. Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu." (PESSOA, Fernando)

6 de out de 2010

... e pede passagem


Assim como é impossível conter a água sobre os dedos,

A vida se esvai

Pedindo pra ser vivida

Pois não pode ser retida, nem guardada

Apenas neste momento,

pede passagem só de ida

e vai

(MariAne)

Google Imagem

18 comentários:

Mari Marques disse...

Pois é Mari
seu post tem tudo a ver com o meu.
A vida é breve e o futuro é agora, só depende de nós.
Somos atores principais da nossa História, mas precisamos deixar de votar como desmemoriados, e com responsabilidade, pra que o nosso futuro seja sempre melhor.
Gosto demais de suas visitas viu?!
Mari PB

Cantinho She disse...

Hahahahaha tô aqui rindo com o seu comentário lá no meu Cantinho... Fique à vontade e volte quantas vezes quiser... hehehe Que bom que gostou! :))

Quanto ao seu post, parabéns, amei a metáfora!

Bjo, bjo!
She

Wanderley Elian Lima disse...

Verdade Mariane. Por isso devemos vivê-la intensamente.
Bjux

Mariane disse...

Combinamos no nome e no post, ssrsr

Mari PB), tua visita aqui, é mui enriquecedora!

Beijos menina...

Mariane disse...

Impossível segurar a vida
Impossível conter o riso,
Então Sheila, ria muito!
Pelo menos este teu dia terá cor de alegria...

Sopros colorido para tua próxima criação!

Mariane disse...

Wanderley, é verdade sim!

Mas mesmo que em sonho,
a ilusão pudesse conter o tempo,
reter a vida,
ainda assim
eu a viveria intensamente!

Abraços pra ti!

IT disse...

"O arrastar humilde da lagarta,que somente depois de vencido e acreditado no processo de crescimento, pode romper arduamente o casulo que a envolve e libertar-se em um maravilhoso vôo"

....E voa, e vive....E vai.

Seus dizeres de felicitações lá no som deste coração que bate, que vive,timbraram ternura ao meu coração.Obrigada Mariane!

Ana SS disse...

E corre....a vida tá indo! Acorda!

Mariane disse...

Ah Irlene,
Voa menina, depois do teu testemunho lá,
palavra alguma alcança melhor o expressar do teu sentir.
Mais uma frase resgatada por Irlene...Valeu!

Mariane disse...

... Ana
... que vou dizer...
3.9...
É a vida corre enquanto dormimos...

Até mais,
acabei de calçar meus tenis pra correr também!
Nos encontramos por aí...

Pelos caminhos da vida. disse...

Assim viver ela intensamente...

beijooo.

Mariane disse...

A vida pede para ser vivida
cabe a nós decidirmos como vamos vivê-la
Eu voto pela intensidade...
...Nada menos que isto.

Ana, intensamente Pelos caminhos da vida!

Baerdal disse...

Estava precisando sentir teus versos moça dos olhos de mar.
Obrigado pelas palavras.
Um enorme beijo de Baerdal.

Mariane disse...

São versos não Baerdal,

São palavras saltitantes
E se a ti fezeram sentido, guarde-as
E quando nada lhe troxerem, ignore-as.

Tenho dito,
que das palavras são os leitores que as resignificam segundo seu próprio sentir,
Portanto deixam de ser propriedade que quem as escreve,
adotando aquele que as lê.

Ei, primeira vez que ouço a descrição
"olhos de mar",
certeira por sinal,
se confessar aqui que a cor destes meus olhos, oscilam do azul ao verde quando bem lhes convem...

*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

ei tudo bem passa la no meu cantinho tem selinho

Baerdal disse...

Que bom que a moça dos olhos de mar gostou, e que bom que fui certeiro, rsrs

Quanto as palavras, suas palavras pra mim são sempre versos.

Um mergulho nesse mar de versos.
Abraço de Baerdal

Filipe Assunção disse...

Uma vida vai e outra sempre volta,nem cedo nem tarde mesmo no momento certo.deixe apenas a janela aberta.

MariAne disse...

Nem trancas, nem correntes
A vida segue sendo vivida

Bom te ver por aqui Filipe, sinta-se em casa. Queres café ou vinho? Hum, marujo do Porto... acho que vou buscar vinho...
Abraços