"Há um momento em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos antigos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia - e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (PESSOA, Fernando)

"Procuro despir-me do que aprendi. Procuro esquecer do modo de lembrar que me ensinaram. E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos. Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu." (PESSOA, Fernando)

27 de set de 2010

Estando cegos...



"... já éramos cegos no momento em que cegamos,
o medo nos cegou,
o medo nos fará continuar cegos." (p.131)

(fragmentos do livro "Ensaio sobre a Cegueira")

A  leitura de Saramago, evocou minha memória ao documentário Estamira, que comentei tempos atrás neste blog. Por quanto tempo a estética irá nos cegar da realidade? Estamira, em seu mundo, conseguia enxergar mais do que muitos de nós nominados "perfeitos videntes". Continuo em minhas reflexões...

11 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Às vezes o medo nos cega realmente, aí perdemos grandes oportunidades por não arriscar.
Bjux

Pelos caminhos da vida. disse...

O medo como disse nosso amigo Wanderley é o que realmente nos cega.

beijooo.

Ana SS disse...

Muitas coisas nos cegam, poucas coisas nos faz enxergar.
Interessante que o que nos cega normalmente está fora, e o que nos ajuda a enxergar normalmente está dentro...!

Mariane disse...

O medo, a falta de confiança em si mesmo. Quantas vezes, já me deparei cega diante de situações, que a mim estavam muito claras, mas por insegurança de expôr a minha "visão", calei - ceguei...
Ah Wanderley, vençamos o medo

Mariane disse...

Sim Ana, de fato, em geral o que cega é o medo e ele nos deixa estáticos.
Para aprendermos a andar Pelos Caminhos da Vida, haveremos de retirar os tampões do medo, da insegurança.
Beijos Ana

Mariane disse...

Ana SS, interessante tua colocação: de que internamente enxergamos, e o externo nos cega; vem de encontro do medo de enfrentar as normas sociais e mrais vigenes.

"Se por um lado o desejo insatisfeito nos deixa frustrados, por outro lado, manter o desejo aceso é o que nos dá movimentos." Capturei esta frase do teu Significantes, achei muito reflexiva!
Beijos meus pra ti Ana SS

Mariane disse...

* morais *

IT disse...

...A Estamira tem razão minha cara! ela conseguiu enxergar além do medo.Enfrentar o medo é deixá-lo vulnerável.Neutralizemos a força do medo real ou imaginário; troquemos por fé, confiança reforçaremos a vitória.

"Ter medo de se machucar é salutar, não fazer por medo de se machucar é paralisante"

IT

Mariane disse...

Tens toda razão, Estamira, na sua maneira de ser e de viver, enxerga a esperança acima do medo.

E para não ficar paralizante, amiga Irlene, é que ouso arriscar, mesmo que corra o risco de me machucar!
E assim a vida segue...

Cantinho She disse...

O medo muitas vezes atrapalha sim... Mas em algumas situações é ele que alimenta o nosso discernimento... então é um paradoxo!

Bjo, bjo!
She

Mariane disse...

Ótima observação.
O medo trava, mas também pode pulsionar...

Mas o medo que cega, a meu ver é uma defesa camuflada com a fuga... (meus devaneios...)