"Há um momento em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos antigos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia - e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (PESSOA, Fernando)

"Procuro despir-me do que aprendi. Procuro esquecer do modo de lembrar que me ensinaram. E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos. Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu." (PESSOA, Fernando)

30 de jun de 2010

Duas Bailarinas Azuis - parte II

Sentimentos e emoções não traduzidos pelo olhar acomodado do vidente é do que me refiro quando escrevi o parágrafo  Duas Bailarinas Azuis.  As pessoas tendem a contentar-se simplesmente com o que é apresentado em um show. Se pudessem treinar suas percepções sentiriam quantos estímulos pairam no ar, antes e durante uma apresentação. Tensões, expectativas, ansiedades, medo, superação, tristeza, dor, perda, êxtase, alegria, pureza, paixão, sonhos, morte e vida, muita vida. Fechar os olhos e ouvidos para o corriqueiro do dia a dia, prestar atenção em si, nas próprias sensações e emoções, aquietar-se, acomodar-se. Sentir lentamente o aroma do ambiente enquanto a respiração se completa tranquilamente no seu ciclo eterno. Abrir os olhos delicadamente e observar o cenário, o palco, o local... Nas suas minúcias, nos seus detalhes, no seu encanto e desencanto, sem julgamento, sem crítica, tão somente observar e deliciar. Desmontar o cenário e recolocá-lo apenas no pensamento, só para contemplar a energia envolvida na sua construção. Ouvir os sons misturados com o burburinho dos acomodados, e abstrair somente aquele que compõe o enredo. E neste som, buscar nas suas entonações, as emoções a que foram planejadas a projetar. Capturar este som como quem rouba uma sinfonia, sem medo nem culpa, e apropriar-se de todas estas sensações numa mescla intensa e verdadeira. A mais simples apresentação passa a ter um novo significado. Deixa novas marcas, e mais novas marcas são possíveis, mesmo que se repita a apreciação. Cada apresentação por mais que seja treinada e padronizada, principalmente quando for ao vivo, vai ser única. Seus participantes não estarão todos os dias com as mesmas emoções que os antecedem. E por mais profissionais que sejam os artistas, eles trazem consigo fragmentos dos seus dias. Este é o maior espetáculo que pode ser apreciado: as emoções exaladas pelo ser humano!

8 comentários:

IT disse...

Ah! minha amiga.
Que texto lindo! que bailado ritmado tem suas delicadas e sutis palavras. Que prazer! tem meu coração em compartilhar sua cores.
O maior desafio do ser humano é se deixar, se permitir, sonhar,compartilhar de todos os estímulos que temos, além disso, "adentrar" ao seu universo chamado emoções.Tive o prazer de visitar uma "bailarina" ah! minha amiga! aí não deu outra viajei mesmo! fiquei inspirada, me vi nos bailados dela. Me deliciei de tal forma fiquei inspirada,rabisquei uma poesia "sonho de bailarina", e no final deixei estas palavras, era tudo que eu sentia naquele instante intenso, pleno e mágico....

O cérebro comanda a razão,a emoção,os sentidos,e o coração!?Só sei que,a minha "bailarina" gira sentido rumo ao meu coração.
Assim como a bailarina,não consigo parar de girar, mesmo porque,o som do meu coração não me permite.

Desejo pra você Mariane, um bailado com cores multicolores a um rodopiar de sonhos.

Irlene

Mariane disse...

Alegro-me que minhas linhas te inspiraram... Irlene,gostou da viagem que fizeste?
É assim mesmo que nos completamos, fragmentos deixados aqui, complementam sentimentos externados por lá.
... ah, bailarina, somente sê-la para poder sabê-la. Podemos tentar alguns rodopios, saltos e demi-plies; mas é apenas vivendo-a que experimentaremos de sua verdadeira essência.
Bailemos juntas mesclando as cores que somos nos sons dos nossos corações...
Beijos

IT disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
*MARCIA E CARLOS* E LINDAS MENSAGENS disse...

VISITEI SEU CANTINHO E FIQUEI APAIXONADA E MUITO LINDO PARABENS E TBEM ME TORNEI SUA SEGUIDORA QUERIA TE OFERECER UM SELINHO QUE ESTA POSTADO NO INICIO DO MEU BLOG ESPERO QUE GOSTE FIZ COM MUITO CARINHO PARA ESES CANTINHO MAGICOS BJOS MARCIA

Mariane disse...

Irlene, totalmente compreendido!
Beijos pra ti querida.

Mariane disse...

Marcia e Carlos, agradeço a visita e fico feliz que gostou do que encontrou por aqui.
Quanto ao selinho, uahu, quanta honra! Estarei buscando logo mais.
Volte aqui nas cores que te guiarem,
beijos

Cantinho She disse...

Simplesmente sensacional Mari, é isso mesmo cada dia é único e isso tb é passado para as apresentações....adorei!
Descrever o ambiente, cada detalhe, perceber cada nuance... eu particularmente adoro fazer isso...
Beijo, beijo!
She

Mariane disse...

Identificação, sentimentos expressos e impressos dentro da essência do ser. Que envolve e acolhe a ansia de preencher o vazio inexplicável que habita em cada um.
Brilhe querida She,
Com carinho e estima
Desta MariAne