"Há um momento em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos antigos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia - e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (PESSOA, Fernando)

"Procuro despir-me do que aprendi. Procuro esquecer do modo de lembrar que me ensinaram. E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos. Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu." (PESSOA, Fernando)

1 de ago de 2010

Escolho


"Podemos escolher tudo, apenas uma coisa não é possível escolher; que é a conseqüência da escolha feita. Não é possível separar a escolha da conseqüência."

Ouvi esta frase em uma palestra ontem, que chamou minha atenção.

7 comentários:

Mariane disse...

Eu escolho assumir totalmente as consequencias das minhas escolhas. Assim acrescento vida nos meus dias!

Renata Bezerra disse...

Por incrível que pareça, eu nunca havia pensado nisso. E na vida, até o menor gesto tem sua consequência, não é mesmo?

Beijo, Mari.

Mariane disse...

Então Renata, que bom que gostaste.
Sim, o menor gesto tem sua consequência, e acrescento, até o estatizar é uma escolha que produz suas consequências...
Acabei de lembrar: "Efeito Borboleta", já assistiu?
Vale a pena,
Beijos
Mari

Ana SS disse...

As escolhas têm consequência a curto, médio e longo prazo.

Mariane disse...

Muito bem observado Ana!
Assim como toda ação gera uma reação.
Beijocas
da Mari

IT disse...

"Tu te tornas sempre responsável por suas escolhas"

A propósito, suas imagens estão lindas! em especial a borboleta e "cores em mim" amei!!!

Beijos com saudades

Mariane disse...

E o estagnar também é uma escolha.
Nada como um novo colorido para alegrar os olhos da alma!
Beijos Irlene