"Há um momento em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos antigos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia - e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (PESSOA, Fernando)

"Procuro despir-me do que aprendi. Procuro esquecer do modo de lembrar que me ensinaram. E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos. Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu." (PESSOA, Fernando)

25 de ago de 2010

Eu sei...



Sou intensa demais….

Estou sendo eu mesma,

É que desisti das máscaras que me escondiam

Consegues me enxergar assim??
(MariAne)

14 comentários:

Patrícia Gonçalves disse...

Consigo, moça e és linda!!!!

beijo grande

Mariane disse...

Patrícia.... que meiga!

Abraço meus pra ti!

Cantinho She disse...

Vou repetir o que disse no post anterior pq é o que percebi desde a nossa primeira troca de visitas e comentários... vc é puramente poesia em movimento, lindo demais te ler e estar aqui... é pura energia... e já entendi pq houve afinidade entre a gente desde o primeiro instante... tb sou intensa pra dedéu.... kkkk
E se essa intensidade, em alguns momentos na vida, não nos servir pra nada, servirá no mínimo para criarmos textos bem interessantes como esse seu que acabei de ler... show de bola!
Beijo, beijo querida!
She

PS: Tô indo ler agorinha mesmo o link que vc me passou...bjks!

IT disse...

Vejo em cores translúcidas e tranparentes...
por vezes rodopio, e canto com as cores ao som do meu coração por lá! rs

Um olhar transparente repousa neste lugar.

Eu

Mariane disse...

Externar o momento vivido sem restrições, superando barreiras internas outrora impostas... Eis o que vivo aqui She. Respiramos ares convergentes e lemos em nossas entrelinhas sentimentos puros...
Beijos a ti, enriquece este lugar... e a mim!

Mariane disse...

Transparência Irlene, tem sido meu mote. Embora nem sempre compreendida como tal, mas encarando as resistências com paciência.
Rodopie amiga, cante, pinte e dance, eis o palco da vida que se apresenta, e cada dia o espetáculo é único pois és a atração principal do show da tua vida!
Beijocas minhas daqui, respingando ali!

Zé Carlos disse...

Bom dia Mariane, obrigadão pela visita e pelas lindas palavras.

Seja feliz....

Bjs do teu amigo ZC

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Vejo sim.Uma mulher intensa, transparente autêntica. Máscaras não confundem a quem nos olha, mas sim , a nós mesmos porque perdemos a identidade. Parabéns.Beijão

Mariane disse...

Zé Carlos, as palavras possuem a cor dos olhos quem as lêem.

Mariane disse...

Ei Carlos, obrigada pela tua leitura!
Se me permites, continuo tua reflexão: ... e ao perder a própria identidade, vive-se a atender as espectativas do mundo, que por sua vez, jamais se darão completas, porque a essência se exauriu.
A construção do pensar se dá por esta troca de reflexões que também aqui nos permitimos fazer. Agradeço a ti e a todos que aqui deixam suas impressões, colorindo a tela nesta mescla de percepções.
Abraços
Da MariAne

Sergio disse...

Sabias que és um dos meus amig@s? Venho agradecer-te por existires e seres um del@s...! Se vais ao meu blog saberás a que me refiro... e se queres levas contigo o regalo que, com muito carinho, está pensado para pessoas como tu...!
Mereces mais..., mas é o melhor que posso dar-te hoje... És um presente para mim... E é o que eu posso oferecer-te, hoje, a ti... El Puente

Um abraço.

Sergio

Mariane disse...

Seja bem vindo As Cores que sou, Sergio!
Este universo virtual proporciona viagens mil, ora estou aqui, noutro segundo viro o mundo.
Agradeço tuas palavras aqui, e logo mais te visitarei também,
Abraços
De Mariane

Pelos caminhos da vida. disse...

Sim...és maravilhosa.

beijooo.

Mariane disse...

Compreendida... Ana, agradecida...
Beijos de cá!