"Há um momento em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos antigos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia - e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (PESSOA, Fernando)

"Procuro despir-me do que aprendi. Procuro esquecer do modo de lembrar que me ensinaram. E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos. Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu." (PESSOA, Fernando)

16 de jul de 2010

Aprendi

Foi ainda na adolescência que aprendi a aceitar todos os meus 1m e 55 cm de altura. Sabe quando os alunos tinham que fazer fila no pátio da escola e cantar o Hino Nacional, antes de entrar para a sala de aula. Para a minha infelicidade ainda faziam a fila em ordem decrescente, e eu ficava bem no finalzinho, sem conseguir enxergar nada, nem as cores da Bandeira eu tinha o privilégio de admirar. Foi quando em um destes dias em que outros também cometem gafe, eu vi ascender como uma tocha, a menina mais alta da minha classe. Pensei comigo, prefiro ficar aqui invisível na minha pequenez, a ser alvo de todos os olhares acusadores... Aprendi a tirar vantagem.


Hoje sei brincar com a situação, tenho GRANDES amigos, grandes mesmo (1 e 98) aqui o povo “comeu fermento e eu fiquei de molho”. Quando vou ao mercado, mesmo no alto dos meus 1 e 55 somados ao salto do sapato tenho dificuldade de alcançar os produtos que teimam em exibir-se em prateleiras inalcançáveis a mim... só rindo mesmo. O pior é que em casa já não posso mais dizer para meus filhos que algum programa é impróprio para “menores”...

Mas faço uma lista das vantagens da minha grande altura:

Com as sobras que ficam quando faço bainha nas calças que compro, quase ganho uma mini saia.

Os calçados No. 35 sempre sobram nas lojas, e aparecem em promoções maravilhosas (outro dia comprei dois pares pelo preço de um)

Posso usar sapatos nas mais diversas alturas, ah que delícia!

As pessoas precisam se abaixar para falar comigo....rsrsr e eu posso andar sempre de cabeça erguida.....

Minha altura conferiu meu jeito moleca, pude ser criança por mais tempo

Ninguém me encontra numa fila de supermercado ou em eventos que envolvam aglorerações...
...

Vejo muito mais vantagens do que desvantagens na minha altura, quem sentir-se tocado junte-se ao grupo!

6 comentários:

IT disse...

Amiga,
Faço parte do grupo, mulheres pequenas, ou seja mulheres baixinhas.
Adoro salto anabela, sou maluca pelos meus pezinhos, número 34 e 35 (+ o 5 do que o 4)
Qdo puder veja no arquivo do meu blog
"6 coisas sobre IT" vai conhecer "pouquim" de uma mineira baixinha.
Ficou bacaninha o seu texto. amei!!!

Um monte de beijinhos

Mariane disse...

Pequenas por fora, mas enormes por dentro!!!!
Beijos Irlene

ps: 34 também chega a ser meu número...srr

Ana SS disse...

Adoro calçar 33/34...me dou muito bem nas promoções de calçados!

Mariane disse...

É isto aí menina!
Vamos tirar proveito desta situação, e Ana, bem vinda ao clube das baixinhas....
Revela pra nós a tua altura...rsrsrs

Zizzi disse...

Não creio que a altura de alguém revele sua babilidades e qualidades, mas sim a profundidade...

De um admirador icontestável das baixinhas.

Mil beijos!

Mariane disse...

Bem vindo a esta aquarela Zizzi, ainda mais sendo você um incontestável admirador das baixinhas, podes entrar a este clube como convidado especial. É muito bom saber que o gênero de lá consegue enxergar além das limitações da altura...
Se gostou do que encontrou por aqui, volta mais vezes.