"Há um momento em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos antigos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia - e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (PESSOA, Fernando)

"Procuro despir-me do que aprendi. Procuro esquecer do modo de lembrar que me ensinaram. E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos. Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu." (PESSOA, Fernando)

21 de jul de 2010

Revele

Descobrir para cobrir
Encobre
Mistério para velar
Revele

4 comentários:

IT disse...

Sem contestação!

Pra que cobrir o que revelado está.

Mari,
certamente novos "vôos" daremos, e conheceremos de perto, novas revelações.

Um silêncio regado a novos "brindes"

Eu

Mariane disse...

Irlene,
é necessário um conhecer a si próprio para assimilar a compreensão das atitudes e emoções, então sim escolher externa-las ou guardá-las, mas agora de modo diferente consciente!
Sem as máscaras para agradar. Externalizo sentimentos ou silencio-os, congruentes a maneira que decidi viver.
Beijos

Patrícia Gonçalves disse...

Mariane, muito bom, descobrir, revelar ou cobrir e velar, como disse a formula é sermos coerentes com o nosso viver!

beijão!

Mariane disse...

Esta é a essência Patrícia...
Saudades tuas aqui!
beijos