"Há um momento em que é preciso abandonar as roupas usadas que já têm a forma do nosso corpo e esquecer os caminhos antigos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia - e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos." (PESSOA, Fernando)

"Procuro despir-me do que aprendi. Procuro esquecer do modo de lembrar que me ensinaram. E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos. Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras. Desembrulhar-me e ser eu." (PESSOA, Fernando)

16 de jul de 2010

As tristes marcas no sorriso

Nesta semana Roupa Nova tem pego carona comigo para todos os lugares que dirigjo, o que me faz ouvir mais ponderadamente a letra das músicas, refleti nesta  Meu universo é você
[...] Se me olhar no rosto vai ver
As tristes marcas no sorriso...[...]

(Quantas vezes o meu sorriso serviu de máscara, refúgio socialmente aceito dos meus sentimento inexplicáveis)

Tenho medo que talvez descubra e simplesmente me corte[...]

(E na minha impulsividade, falei elouquente, livrando-me da razão consciente... até o novo corte se fazer presente. Recorria novamente a máscara do sorriso, com medo de magoar, fuga constante)

[...]Ah! Se eu puder ter a chance Ah! Eu juro todo o seu amor
Com toda força em mim
Eu juro todo seu amor merecer!

(Sonho constante, fazer parte, ser vista, pertencer.)


Hoje uso pouco da máscara do sorriso, ele é meu companheiro fiel e atualmente mais sincero. Estou consciente de minhas impulsividades, e quando me atropelo nelas, olho pra trás e dou uma risada...
Aprendi que para  sentir-me amada, devo começar a partir de mim. Então estou aprendendo a me amar, e incrível, já não me sinto um ser invisível!
Que bom que tudo isto ocorreu antes dos 40!!!!

2 comentários:

IT disse...

Mariane
Descobri isso depois do 4.0 minha amiga.Encontrei comigo e desde lá, não me solto mais!Ah! vontade de contar pra você minhas descobertas.Lembra qdo disse que tenho um 'caso' de amor comigo mesma? então...Quando penso que estou sozinha,,, apareço do nada! coração alma, minhas células.....uuuuuu! extravassei um pouco.rs

Mariane disse...

Que completa paixão essa que invade o corpo inteiro! Bela Irlene, por fora e por dentro, por inteira...
Beijos, e obrigada por estas palavras de incentivo!